Mesmo com ações constantes de combate a dengue, casos aumentam em Paraguaçu; população precisa colaborar

A Vigilância em Saúde atualizou na última sexta-feira, dia 3, os dados sobre a dengue em Paraguaçu Paulista.

Por CONTEÚDO PUBLICITÁRIO
(Atualizado em 06/05/2024 - 13h11)
Compartilhar

Segundo o boletim, até o momento 1725 pessoas foram notificadas,492 tiveram resultados positivos para dengue e 401 negativos.
Em Paraguaçu Paulista, apesar de todos os esforços e ações de combate a dengue desenvolvidos pela equipe de agentes de Combate às Endemias, que intensificaram as visitas aos imóveis, os casos na cidade continuam aumentando. Isso porque a população paraguaçuense está deixando de fazer a sua parte. Os agentes de combate às endemias têm se deparado com a falta de cuidado com os quintais e na maioria das residências, têm sido encontrados recipientes com água e com larvas do mosquito.
Além disso, com o apoio do Departamento de Obras, tem sido desenvolvido mutirões de limpeza, retirando de circulação toneladas de materiais inservíveis que possam se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Tudo isso, descartado de maneira irregular pela própria comunidade.

Como prevenir a dengue?

Para prevenir a dengue, é importante eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti, que se reproduz em água parada. Isso inclui evitar o acúmulo de água em recipientes como pneus, vasos de plantas, garrafas, bebedouro de animais, calhas, caixas d’água mal vedadas, entre outros.
Os sintomas da dengue geralmente incluem febre alta, dores musculares e articulares, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas na pele, vômito, diarreia e falta de apetite. Em casos mais graves, a dengue pode evoluir para dores abdominais e sangramento. A Dengue Mata! Faça sua parte!